Archive for the ‘Doidice’ Category

h1

Javascript?!? Oo

abril 10, 2008

Poutz, essa foi braba.
Tá bom que eu já sabia que Javascript era a última coca zero gelada da barraquinha, mas a galera também atola o pé né?!?

O carinha simplesmente chega e faz um supermario. Assim, assim.. e ainda se desculpando porque o estágio não está completo. >.<

Aff, e nos comments a galera ainda reclama que isto e aquilo tá com defeito.

Um dos visitantes deixou o link para o blog do Jangaron, um “joguinho” no estilo tron.  [Como assim 3D, Bial?!? Oo]. Ainda dá pra configurar coisas como velocidade mínima e máxima de cada um, cor, número de jogadores humanos ou não, tamanho do grid e por aí vai.

 Eu quero aprender essas poooha!! [/me fazendo biquinho…]
E tambem quero trabalhar somente 6h por dia ganhando suficiente pra ter internet legal e nerdar tranquila.. >.< [wagner que tava dizendo que nas oropa é assim…]

h1

Fast food para juízos

abril 2, 2008

Estou viciada em Rss Feeds. Ando acompanhando um monte deles! O motivo é simples, não assisto tv e nem tenho paciência de sair catando informação útil por aí.

Os tais feeds me trazem uma refeição matinal interessante: cabeçalho de notícia, acompanhado de resumo e link para mais informações. Assim tenho como escolher uma alimentação equilibrada pro meu juízo (e ele não anda muito bem sabe? Num espaço de 48h consegui cair dentro de uma caixa de varais de roupa, me enganchar numa pá de lixo (caindo e arrastando tudo que estava em volta), e atropelar um balde cheio de metros de medir tecido dentro do Atacadão dos Presentes, fora ter virado pra trás na cadeira e me estatelado no meio do salão da central administrativa aqui no trampo).

Enfim, os amiguinhos RSS Feeds, têm me trazido coisas interessantes e/ou implausíveis. É o caso do homem que matou a esposa a-ci-den-tal-men-te porque decidiu instalar uma antena de tv usando, ao invés da furadeira, uma  pistola .22 pra abrir um furo na parede.

Outra coisa foi a propaganda da nova campanha publicitária da nokia, que exemplificou muito bem os objetivos da empresa: um cybercafé e os internautas que tavam lá dentro foram elevados a 55 metros do chão por um guindaste.


Cybercafé suspenso

Na base do cyber a explicação: “The real internet finally made mobile“, i.e., “A internet de verdade finalmente tornada móvel“.

Ainda, o Metrô virtual pra estudo de paranóia, o “yogurt” de ontem e a internet de 30Mbps num bairro de São Paulo.

Será que rss feeds causam efeitos colaterais hein? =~